Carnaval 2009 – Enredos Bacanas – Império Serrano

O Império Serrano abre o desfile do grupo especial das escolas de samba do Rio de Janeiro, no domingo, dia 22 de fevereiro, a partir das 21h.

E o que Império Serrano faz este ano é novamente trazer este enredo belíssimo, que foi levado à avenida pela primeira vez na década de 1970, contando e cantado num samba antológico que você, muito provavelmente, tomou conhecimento através da gravação feita por Marisa Monte. Note que o andamento da gravação deste ano é um pouco mais acelerado. O samba evoluiu e ficou mais acelerado, mas isto não impede que possamos perceber a poesia e a melodia.

Clique sobre a imagemClique sobre a imagem para ir ao portal do Império Serrano e ouvir o samba-enredo

Caso você não consiga ir ao site do Império Serrano, veja o vídeo com o samba no Youtube.

O mar sempre exerceu sobre o ser humano o sentimento de medo e de fascínio. Sempre permaneceu como um convite à contemplação ou ao impulso para a aventura. Do mar nascem histórias e lendas, mitos que povoaram a imaginação e deram à vida o sentido da beleza, da conquista e do arrebatamento diante do grande mistério. (Márcia Lage, carnavalesca do Império Serrano)

Lenda das Sereias
Vicente/Dionel/Veloso
Oguntê, Marabô
Caiala e Sobá
Oloxum, Ynaê
Janaina e Yemanjá
São rainhas do mar

Mar, misterioso mar
Que vem do horizonte
É o berço das sereias
Lendário e fascinante

Olha o canto da sereia
Ialaó, oquê, ialoá
Em noite de lua cheia
Ouço a sereia cantar
E o luar sorrindo
Então se encanta
Com as doces melodias
Os madrigais vão despertar

Ela mora no mar
Ela brinca na areia
No balanço das ondas
A paz, ela semeia
Ela mora no mar
Ela brinca na areia
No balanço das ondas
A paz, ela semeia

Toda a corte engalanada
Transformando o mar em flor
Vê o Império enamorado
Chegar à morada do amor

Oguntê, Marabô
Caiala e Sobá
Oloxum, Ynaê
Janaina e Yemanjá
São rainhas do mar

Muito provavelmente, em sua infância, você ouviu seus avós contarem histórias e lendas de nosso folclore, aí englobando o de origem nativa e também africana, além da européia e, dentre essas histórias sempre há aquela sobre a mãe das águas, que tanto podem ser dos rios ou dos mares. São as sereias.

Essas figuras mitológicas permeiam todas as culturas em todos os tempos. São citadas na Odisséia, por exemplo, quando os argonautas são obrigados a tapar os ouvidos com cera de abelhas e se amarrarem aos mastros para não cederem aos encantos – e cantos – das sereias.

Elas são representadas como metade mulher e metade peixe, como também, nos primórdios, eram metade mulher e metade ave, as harpias. Vindo mais para a nossa praia, encontramos Iara, a mãe d’água da mitologia indígena e Iemanjá, a senhora das águas da mitologia africana, a quem a maioria dos brasileiros envia oferendas a cada virada de ano.

Anúncios

2 comentários sobre “Carnaval 2009 – Enredos Bacanas – Império Serrano

  1. Olá, Jorge

    Belo post. Além de falar do enredo da Império Serrano, você nos brinda com uma pequema aula sobre mitologia africana.

    Bem, tentei acessar o site da Império para ouvir o samba, mas não consegui. Parece que há algum problema técnico.

    Tentarei mais tarde.

    Grande abraço

    Curtir

  2. Olá, João.

    Obrigado pela visita e pela informação. Verifiquei e realmente estão com problemas técnicos no site. Espero que em breve isto esteja sanado. Vou colocar o vídeo que tem no Youtube.

    Abraços.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s