Músicas do fim do amor

Pura poesia

“Creia
Toda quimera se esfuma
Como a beleza da espuma
Que se desmancha na areia” (Ary Barroso, Risque)

Dizem que um dia a paixão se acaba e todo amor também se vai. O pior momento é o da despedida, o momento crucial da vida daqueles que um dia foram apaixonados.

Nem todo amor acaba como em Casablanca: Ainda temos Paris. Certamente, se acaba, guarda uma parte de rancor, tristeza, mágoa e súplicas para que nunca mais seja procurado (a). Geralmente, as palavras de despedida não são doces ou totalmente amargas. São apenas palavras que pedem o esquecimento.

Risque – Ari Barroso

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s