Qual é o nome da gripe?

Lexicólogos discutem como inserir verbetes em dicionários para classificar a gripe de 2009. Dizem alguns que o nome científico H1N1 não é uma palavra; por se tratar de um código. Entretanto, não fizeram qualquer distinção ao dicionarizar o atentado às Torres Gêmeas como 9/11, o ataque de 11 de setembro de 2001 (nos EUA, o mês vem antes do dia quando da referência a uma data). Mas, então, o que dizer a respeito de HIV e AIDS que também são siglas e constam como verbetes em dicionários?

BE023734Médico do século 17 vestindo roupa protetora e máscara contra a Peste
Paulus Furst (1656) © Bettmann/CORBIS

Lembro de ter lido há muitos anos uns manuscritos do Glauber Rocha escritos em seu leito de morte no qual ele denominava o câncer como kanzer. Isso remete ao fato de as pessoas, pelo menos das gerações passadas, não falarem o nome de determinadas doenças como se, ao proferirem a palavra, trariam-na para dentro de seus corpos. Parece uma coisa meio xamânica, mas era assim que se procedia quando não se sabia como as doenças surgiam.

Digamos que genericamente as pandemias recebam a denominação de peste como a que assolou o mundo em vários momentos da Idade Média. A possível atual gripe que hoje, dia 01 de maio, recebeu a denominação de gripe tipo A pela OMS (Organização Mundial da Saúde), inicialmente recebeu o nome de gripe suína, pois parece que o vírus que atinge os humanos tenha os porcos como hospedeiros.

Para se ter idéia de como uma palavra pode influenciar atitudes e posturas, os suinocultores em várias partes do mundo reclamaram que esta denominação afetava os seus negócios. A reclamação procede, visto a doença não ter a ingestão da carne deste animal como vetor de transmissão. Além disso, também passaram a ocorrer fatos curiosos como no Egito, em que as autoridades decidiram acabar com a criação de porcos mantida pela minoria cristã. Como se sabe, judeus e muçulmanos não comem pernil devido a questões religiosas. Aqui para nós, eles não sabem o que estão perdendo quando não comem uma feijoada ou um torresminho acompanhando uma mardita Ou uns pedaços de toucinho – bacon é coisa pra gringo – fritinhos e crocantes.

Então, guardadas as devidas proporções, há também uma perseguição religiosa envolvendo a tal gripe de 2009. Em épocas passadas, os judeus foram acusados de serem os responsáveis pela Peste. Susan Sontag relata isto em seu livro “Doença como metáfora”. Houve fogueiras e sessões de assassinato por afogamento só por que os cristãos ignorantes queriam arranjar um bode expiatório para imolar e dar fim ao flagelo. Não se trata de juízo de valor mas, numa época em que se imagina que ao juntar um pedaço de pão e carne ambos se combinariam e daí nasceriam os ratos, é possível imaginar o nível da paranóia que passava pela cabeça das massas.

Hoje, talvez, não se corra o risco de haver perseguições e julgamentos para saber quem “criou” a doença. Mas, por via das dúvidas, não dá para descartar uma espécie de histeria coletiva caso a coisa fuja ao controle das autoridades.

Anúncios

2 comentários sobre “Qual é o nome da gripe?

  1. Frescura essa de “Gripe A”.
    É gripe suína e pronto. Afinal, a epidemia que está nos afetando é resultado de uma mutação proteica no vírus da gripe suína original (que não afetaria humanos, por suas proteínas não serem “compatíveis” com o organismo humano), que permitiu que o vírus atacasse os seres humanos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s