20 Sinais Para Identificar a Infidelidade

Os sinais ou avisos de infidelidade podem assumir várias formas e somente você saberá como procurá-los, mesmo que isso se torne uma viagem com muitas pedras no caminho, mas que te fará economizar se pensa em contratar um detetive particular. Geralmente, a infidelidade começa com a dita infidelidade emocional, evoluindo, portanto, para a infidelidade sexual. Qualquer pessoa pouquinha coisa mais atenta poderá perceber os vinte sinais indicativos da infidelidade.

Reis e Rainhas

Sobreviver a uma situação dessas é uma prova de sobrevivência emocional. Sendo assim, frieza é fundamental para se descobrir que estão te passando para trás de alguma forma.

Eis os 20 sinais de infidelidade:

1. Seu (sua) cônjuge passa mais tempo longe de casa. O (a) trapaceiro (a) inventa milhares de desculpas para passar mais tempo longe de casa. Sempre há viagens a fazer ou trabalhar até mais tarde. Aqui no Brasil, as idas ao dentista – para elas – e aquele futebol das noites de terça-feira – para eles – podem ser sinais irrefutáveis de, desculpem o trocadilho, bola nas costas.

2. Quando toca o celular do (a) trapaceiro (a) há uma perceptível mudança de hábito. Sempre recebe telefonemas do “Zé” tarde da noite e fala baixinho, ou a madame leva o celular para o banheiro e lá se demora mais do que o habitual. Para os (as) mais paranóicos (as), uma pesquisa nos números discados e ligações recebidas pode significar uma descoberta bastante desagradável.

3. O (a) trapaceiro (a) chega em casa com cheiro de birita ou perfume de qualidade duvidosa e aquele indefectível cheiro de sabonete de motel é traição na certa. Para elas, chegar em casa com cabelo molhado não significa que foram ao salão de cabeleireiro.

4. Companheiro (a) que usa várias contas de e-mail gratuito (gmail, yahoo, hotmail) e estranhamente passa horas pendurado (a) na internet; além de usar ALT + TAB quando você entra na sala ou escritório é sinal claro de infidelidade virtual.

5. O apetite sexual do (a) trapaceiro (a) em relação a você não é mais o mesmo.

6. Marido ou esposa que estão no erro, sempre estão na defensiva.

7. Se ele ou ela sempre foram sovinas ou tinham amor ao dinheiro e, de repente, começam a gastar mais do que o normal, fique atento (a).

8. O (a) trapaceiro (a) que, também de repente, começa a levar as roupas para lavar numa lavanderia, certamente tem medo de que se encontrem fios de cabelos de cor diferente do seu, ou um bilhetinho com marca de baton ou, quem sabe, manchas iguais as daquela roupa da Monica Lewinski.

9. Passe a verificar o hodômetro do carro do (a) trapaceiro (a). Se a quilometragem for muito alta, certifique-se que ele ou ela não está indo atender clientes em outras cidades.

10. Trapaceiro (a) deseja viajar sozinho.

11. Surgem recibos de gastos estranhos no porta-luvas, nos bolsos ou na bolsa.

12. O (a) trapaceiro (a), de repente, começa a usar camisas estampadas quando as detestava (xadrez também vale), muda o penteado, se matricula numa academia ou compra lingeries que não usará para você arrancar com os dentes… Abra o olho!

13. Passam a tomar banhos mais demorados e com maior freqüência. Os caras já estão acostumados a fazer isso, pois esta prática solitária tem início na adolescência.

14. O (a) trapaceiro (a) pergunta, mais do que o habitual, aonde você estará e qual a sua programação para a semana. Isso é óbvio, pois o objetivo de quem pergunta é estar no lado oposto da cidade nos braços de alguma outra pessoa.

15. O (a) trapaceiro (a) faz mais carinhos (falsos) do que o habitual. Isso demonstra uma pontinha de sentimento de culpa ou, na pior das hipóteses, uma grande dose de hipocrisia.

16. O (a) trapaceiro (a) não pede mais para você chupar o dedão do pé como fazia sempre ou ela não te pede mais para usar aquela sunga de “Os Leopardos” quando não é Carnaval.

17. O (a) trapaceiro (a) está sempre muito cansado (a) – dor de cabeça é a desculpa clássica para elas – para você.

18. Não há mais ajuda nas atividades domésticas, pois precisa passar todo tempo disponível com o (a) biscate.

19. De repente você começa a ganhar mais presentes do que o habitual. Aquelas meias no dia dos pais e caixas de bombom no dia das mães, por exemplo. Agora, começam a surgir presentes como anéis, flores (essa é a maior de todas confissões que um trapaceiro pode dar) ou, no caso delas, te presentear com nova pasta, carteiras, cintos…

20. O (a) trapaceiro (a) passa a encontrar defeitos em você o tempo todo, para, assim, poder justificar os pulos de cerca.

A autora, como crê que todo coração humano é bom, diz o seguinte:

A descoberta de infidelidade não significa necessariamente o fim do relacionamento. Muitos casais têm sobrevivido à infidelidade. Se ambos os parceiros continuam a relação e estão dispostos a trabalhar para salvá-la através de aconselhamento e diariamente se esforçam para aumentar a comunicação, as chances de sobreviver a infidelidade se tornam muito maiores.

Livre tradução do artigo Infidelity: Top 20 Warning Signs of Infidelity and Surviving, de Stephany Alexander, que está no site AuthorsDen.com

Nota do tradutor:
Tenho certeza que a autora, apesar de não ser brasileira, é leitora assídua das obras do Nelson Rodrigues. 🙂

Anúncios

14 comentários sobre “20 Sinais Para Identificar a Infidelidade

  1. O pior de tudo é uqe realkmente as coisas acontecem desta maneira, mas o pior oe que não da em nada geralmente o pulo fora de casa só vem acaretar despesas e como elas gostam da nossa grana huahuahuahua….mas é bom para aprender

    Curtir

  2. gostei dessas dicas, muito boas. Pior que ser traído por motivos físicos (tesão) é quando não existe mais sentimento, aí não dá pra contiuar mesmo!!

    Curtir

  3. Achei, que chamar os cônjuges de “trapaceiros” e usar a palavra “biscate”, ficou um pouco leviano, para um texto que tinha tudo para ser uam boa matéria.

    Curtir

  4. Adorei o texto “fessor”
    realmente “tudo a ver”;)
    Mas o “gostoso” de ler seus textos
    são as pitadas de bom humor que são típicas de vc.
    Beijo carinhoso!

    Curtir

  5. Já passei por tudo isso.
    conheço bem todos os sintomas.
    O texto muito bom!!!!!!!!!

    Curtir

  6. Flor e Rosa (que bacana!),

    A gente sempre encontra umas pedras no caminho, mas sabemos como ultrapassar os percalços. Tendo bom-humor, certamente, a superação será mais rápida.

    Muito bacana vê-las por aqui também.

    bjs

    Curtir

  7. Morena
    todas essas dicas são verdadeiras,mas então porque o ser humano se casa, não sendo capaz da amar a outra pessoa,fazê-la feliz e chegar ao ponto de ser infiel.
    Quando a pessoa ama de verdade não trai,mesmo por tesão ou outro motivo qualquer.Na verdade são poucas as pessoas que amam de verdade.pessoas assim se casam por qualquer motivo, menos por amor.
    bjs

    Curtir

  8. Gostaria de me explicar se estou agindo bem ou mal perante uma situação delicada. Temos 30 anos de casamento e nunca testei a fidelidade da minha esposa. Ela está com uma depressão muito grande e descobri que a pedido de um sujeito com interesses nela, deu-lhe carona dois ou mais dias seguidos. Chegou muio tarde a casa. Diz que não houve nada quando eu descobri, mas a confiança de 30 anos foram à vida. Agora fiscalizo tudo e os contactos mantêm-se via telefone ou na loja que ela tem. Continua a reclamar que estou errado e não se passa nada. Estou decidido a separação. Os meus filhos estão do meu lado. O que devo fazer?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s