Manuscritos do Mar Morto na Internet

manuscritos ₢ cnn

Os mais antigos documentos da era pré-cristã em breve estarão em exposição para consulta na Internet. Isso é o que prometem e avaliam os pesquisadores israelenses responsáveis pela conservação e estudo dos Manuscritos (ou Pergaminhos) do Mar Morto, que foram encontrados no final da década de 1940, em Qumram, a noroeste de Jerusalém.

Como se tratam de fragmentos em sua maioria, cerca de 15 mil, compondo aproximadamente 900 documentos e a fragilidade dos mesmos é enorme, atualmente apenas seis deles estarão em exposição no Jewshi Museum, de New York.

Dizem os pesquisadores, que decidiram ampliar e intensificar o estudo dos pergaminhos, devido a grande procura e solicitações para estudos desses documentos que, provavelmente, conteriam informações de grande impacto acadêmico, pois são os únicos documentos que podem informar sobre o período político e religioso do nascimento do cristianismo. Por isso aproveitaram para colocá-los na Internet, pelo fato de fotografarem os documentos para restaurar e analisar os motivos da deterioração, utilizando equipamentos de última geração e resolução superior aos modelos atuais com lâmpadas que não emitem calor nem raios ultravioleta, que danificariam consideravelmente os fragmentos.

Cavernas de Qumran

Esses manuscritos, encontrados em algumas cavernas em Qumran (acima), às margens do Mar Morto, datam de cerca de 2 mil anos – a datação varia entre o século II a.C e o século I de nossa era –  e contém as primeiras cópias de cada livro conhecido da Bíblia Hebraica – Antigo Testamento – (faltando apenas o Livro de Ester), assim como textos apócrifos e descrições de rituais dos Essênios, uma seita judaica da época de Jesus.

Como documento histórico é fundamental, pois é possível entender o modo de ser, viver, pensar e agir dos judeus da época. Este é o intuito ao apresentar este artigo. Não há qualquer sentido panfletário pendendo para quem torce a favor da Religião F.C. ou Agnósticos F.C., pois trata-se apenas de uma informação histórica, da mesma forma como a Bíblia conta a visão de mundo de um grupo de pessoas, a partir de seus mitos e lendas.

Sobre os manuscritos do Mar Morto:

De Rerum Mundi – Análise de vários livros sobre os Manuscritos do Mar Morto.
Monomito – Artigo sobre a história dos Manuscritos do Mar Morto.

Esse post foi escrito a partir da leitura do artigo, Israel to Display the Dead Sea Scrolls on the Internet, de Ethan Bronner do New York Times, em 26/08/2008.

Anúncios

2 comentários sobre “Manuscritos do Mar Morto na Internet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s