Bambi nasceu na África

Pode parecer que esta palavra designe pejorativamente torcedores de um clube de futebol que tem seu estádio num bairro paulistano chamado Morumbi. Porém, a verdade desta informação eu passo após folhear aleatoriamente o Novo Dicionário Banto, oganizado por Nei Lopes, que esta palavra é de origem banta. Mbambi significa antílope pequeno. Logo, antílopes e cervos são primos e o que me chamou atenção, mesmo que haja um sentido desabonador na palavra que citei, foi o fato de perceber que, no mundo capitalista não se joga pra perder. Pois bem, quem aqui deixou de ver o desenho animado Bambi? Pouquíssimos, imagino. E não é que o Disney teve esta sacada para nomear um de seus personagens mais famosos? Bom, isto eu não posso afirmar. Mas que é interessante, não podemos negar.

Logicamente que não farei um glossário das palavras africanas e também das nativas que utilizamos na Língua Portuguesa falada no Brasil. Acho que por termos esta característica da incorporação dos vocábulos destas duas de nossas origens, podemos até falar em uma Língua Brasileira. Esta discussão ficará para os lingüistas, dicionaristas e filólogos.

Vamos ver algumas palavras originárias do tronco lingüístico Banto[1], que é composto por cerca de 500 línguas. Nós recebemos grande afluxo de negros que falavam línguas deste tronco, não que o tronco lingüístico sudanês esteja relegado ao um segundo plano. Ele apenas era encarado como o predominante erroneamente. Talvez isto se deva pela presença religiosa e cultural da língua nagô, dos iorubás, que nós utilizamos regularmente no Brasil para designar os utensílios e práticas da tradição dos orixás.

Arengueiro – Brigão. Do quicongo lenga, que não acaba mais

Bambi – Antílope pequeno. Do quimbundo mbambi, veado

Cafuné – Ato de coçar levemente a cabeça de alguém para fazê-la dormir. Do quimbundo kifune, estalidos produzidos com as pontas das unhas do indicador e do polegar.

Dunga – Homem bravo, valente. Do quicongo ndunga, pessoa de grande porte

Fuzuê – Festa, confusão. Do quicongo, fusu, turbilhão nas águas de um rio

Gingar – Bambolear o corpo. Do quimbundo jingala, bambolear ou jinga, rodear, remexer

Iaiá/Ioiô – Tratamento dado a esposa (Sinhá) e o senhor (Sinhô) de escravos). Do quicongo yayá, Mãe

Jagunço – Do quibundo jugunzu, Soldado ou do iorubano jagun-jagun, Guerreiro

Lengalenga – Conversa, narrativa enfadonha. Do umbundo lengalenga

Macaca – Riso solto (hoje estou com a macaca). Do quicongo ma-káaka, ataque de riso

Macumba – Designação pejorativa dos ritos afro-brasileiros. Do quicungo makumba, plural de dikumba (xamãs, xamã). Tem o significado de fechamento (de corpos) nos rituais

Nenê/Neném – Criança recém-nascida ou pequena. Do umbundo nene, pedacinho

Paparicar – Mimar. Do quicungo papidika, tornar vaidoso

Pomba-Gira – Espécie de porção feminina de Exu. Do quimbundo pambuanjila, pambu a njîla, Encruzilhada

Quindim – Doce feito de gema de ovo, coco e açúcar. Do quicungo kénde, grande pudim de mandioca ou milho fresco

Ranzinza – Birrento, teimoso. Do quicungo nzinzi, mosca doméstica

Samba – Nome genérico de várias danças populares brasileiras. Do quicongo e quioco semba, umbigada

Trambique – Negócio fraudulento. Do quimbundo tala (ver) + Do quicongo mbiki (adivinho).

Umbanda – Religião brasileira de base africana. Do umbundo e quimbundo mbanda, curandeiro

Xepa – Últimas mercadorias vendidas nas feiras livres. Do nhugue chepa, ser inferior e do ronga txipa, ser barato

Zanzar – Vaguear, andar à toa. Do quimbundo nzanza, andar a esmo.

[1] Os negros trazidos para o Brasil pertenciam, principalmente, a dois grandes grupos étnicos: os sudaneses, originários da Nigéria, Daomé e Costa do Marfim, e os bantos, capturados no Congo, Angola e Moçambique. Estes foram desembarcados, em sua maioria, em Pernambuco, Minas Gerais e no Rio de Janeiro. Os sudaneses ficaram na Bahia. Calcula-se que entre 1550 e 1855 entraram nos portos brasileiros cerca de quatro milhões de africanos.

Anúncios

20 comentários sobre “Bambi nasceu na África

  1. Chamaram-me atenção lengalenga ser tal e qual sua ancestral etimológica; também a surpresa da macaca, eu pensava que estar com a macaca vinha da macaca mesmo, da macaca do macaco; e tão bonita a neném, vindo de pedaço – pedaço de gente, como dizem, ou pedaço saído da mãe.

    Curtir

  2. Oi Jorge!

    Também achei interessantíssimo esse vocabulário banto!! acredito haver mais algumas centenas de palavras usadas no Brasil que tenham origem africana.
    Não acho nada mau designar nosso idioma de Língua Brasileira! Além de já estarmos, foneticamente, bastante distantes do português de Portugal (eu ainda demoro um pouco para entender um europeu falando português, parece mesmo outra língua!), ainda temos milhões de estrangeirismos: do tupi-guarani, do inglês, do italiano, do francês, do japonês… eita!,
    palavras que hoje, de repente, só sejam mesmo usadas no Brasil…

    abraços!!

    Curtir

  3. Marcia,

    Concordo contigo quanto ao “distanciamento” entre a língua falada no Brasil e em Portugal. Para este caso eu sempre lembro de uma frase do Georger Bernard Shaw que diz o seguinte: A Inglaterra e os Estados Unidos são dois países irmãos separados pela mesma língua.

    Não sei se você já viu um post em que falo do Schifazfavoire, um dicionário constrativo-humorístico que o Mario Prata escreveu sobre a forma como se fala em Portugal e no Brasil. É engraçadíssimo.

    Abração.

    Curtir

  4. Cássio,

    Eu também tenho esta ligação de curiosidade por saber a origem das palavras e a etimologia de cada uma delas.

    Na verdade é uma grande viagem no tempo e na História.

    Abraços.

    Curtir

  5. na verdade so tive curiosidade pela origem da palavra quando minha professora de arte e toda a escola passou trabalho de africanidade mais eu ja havia estudado a africa outras vezes mais dessa vezes e de mais descobri a origem das maiorias des palavras que falamos.

    abraços

    Curtir

  6. Muito interessante!
    Escutei a palavra “paparicar” da minha namorada. Achei diferente e resolvi procurar seu significado. Por isso conheci esse site e pude conhecer um pouco mais da origem do “português” brasileiro. Obrigado

    Curtir

  7. eu adorei conhecer mais um pouco dos significados das palalras africas.
    achei tudo que eu precisava e um pouco mais.um big-beijos para os escritores.

    Curtir

  8. adorei essas palavras de origem africana porquem tem muitas vantagens além de usarmos no nosso dia-a-dia.

    gostei muito!!!!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s