Blogs x Cadernos Literários

42-19420517 ₢ Corbis

Eu sempre vejo na blogosfera a quantidade crescente de blogs que se ocupam em resenhar livros, mesmo que seguindo os padrões estabelecidos pela imprensa há bastante tempo. Certamente que não há muito que inventar neste campo. O que vem mudando, segundo Robert McCrum, ex-editor de livros do jornal Inglês The Observer, é que hoje os blogs têm tanta ou mais influência que os cadernos literários dos principais jornais do hemisfério norte. Abaixo está a livre tradução do artigo escrito em dez itens por ele em sua despedida, após dez anos de trabalho, a caminho da aposentadoria.

 

Se você acredita que, como eu, que a Grã-Bretanha ainda mantém uma vigorosa e independente cultura literária em comparação aos Estados Unidos, os augúrios não são animadores. Os instintos democráticos norte-americanos têm transformado a sua paisagem literária e também seu gigantesco mercado literário como, por exemplo, as livrarias que passaram por uma enorme mudança nos últimos tempos. Sendo assim, qualquer um pode fazer resenha de livros – e, agora, nos Estados Unidos, todos fazem isto.

Blogs Literários como o Emerging Writers , Maud Newton, Syntax Of Things   agora tem tal poder de influência que um editor de qualquer editora de Manhattan poderá aconselhar a um novo romancista que o seu livro não será resenhado pelo New York Times, mas que a resenha será feita pelo blog Curledup. Segundo Todd Trish da Simon & Schuster “é a onda do futuro”.

Na Califórnia, o LA Times fundiu o seu corpo de resenhistas independentes em uma seção de crítica literária no suplemento de “comentários”, enquanto o San Francisco Chronicle diminuiu as páginas de resenhas de livros de seis para quatro. Mas a decisão mais radical foi a do Atlanta Journal-Constitution, que demitiu seu editor de livros. Uivos de dor reverberaram em toda editoria. O New York Times, que publica ainda uma excelente seção de livros, ludicamente notou que um certo Dan Wickett, um ex-gerente de controle de qualidade de uma fábrica de auto-peças, tem suas opiniões observadas em quase todas as páginas de resenhas de livros do Atlanta Journal-Constitution.

A cada ano aumenta o número de leitores que escrevem resenhas para a Amazon. Agora, estes blogs literários – Na Inglaterra, por exemplo, o Vulpes Libris, um site altamente confiável, bem que poderia devolver o poder de decisão ao leitor comum. A minha opinião é a de que o leitor comum gera mais calor do que luz. Em estudo mais aprofundado, concluímos que esta criatura, os blogs literários, fabulosas como o hipogrifo[1], são tão incertos como qualquer pessoa pode ser. A equação da Amazon mais a Microsoft tem deixado o leitor comum estupefato e confuso. De que outra forma de explicar o extraordinário sucesso, em 2003, de Eats, Shoots & Leaves …?[2]


[1] Animal fabuloso da mitologia grega, metade cavalo (corpo e patas traseiras), metade grifo (cabeça de águia e garras de leão). In: Aulete | Dicionário Digital

[2] Um livro que dá pontuações para o bom uso da gramática da língua inglesa, que pode ser classificado como auto-ajuda, segundo seu autor, na entrevista que deu para o Publishers Weekly.

Livre tradução feita por mim do capítulo Blogs Vs Reviewing.
In: A thriller in ten chapters. The Observer. 2008.

Leia também os artigos:

Como escrever uma crítica literária ou resenha de um livro
Será que vão editar?
Juan Rulfo, Pedro Páramo e o Realismo Mágico
Ensinamentos de Ojuobá, o francês que foi os olhos de Xangô
Há relação entre o que se lê e a capacidade de Governar?
Cadernos Literário: outras duas visões
Suplementos Literários: coleta de informações

Anúncios

2 comentários sobre “Blogs x Cadernos Literários

  1. How you think when the economic crisis will end? I wish to make statistics of independent opinions!

    Curtir

  2. Parabéns pelo blog voltado para cultura. Leia minha poesia: CANTO AO CEARÁ, selecionada para coletânea do XII Prêmio Ideal Clube de Literatura. Obra lançada no dia 21 de janeiro de 2010. Leia, comente e divulgue. Veja também meu documentário, penúltima matéria do blog: Padim Ciço, Santo ou Coronel? Meu blog: http://www.valdecyalves.blogspot.com

    Veja documentário sobre Padre Cícero: Padim Ciço, Santo ou Coronel? E conheça um dos mais polêmicos personagens do Brasil e da América Latina, onde o messianismo é um fenômeno que responde à opressão social. Basta clicar no link: http://www.youtube.com/watch?v=Fdp5GrhEyHg

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s