Bach x Vivaldi

Numa determinada cena do filme Von Ryan’s Express (1965), de Mark Robson, um italiano toma uma decisão e, como efeito sonoro, ao fundo, tocam os primeiros acordes da Primavera de Vivaldi. Um oficial alemão não gostou e impôs sua superioridade, como efeito sonoro, ao fundo tocam as notas iniciais da Tocata e Fuga em Ré Menor, de J.S. Bach. Achei sensacional e nunca mais esqueci desta cena desde que vi este filme numa longínqua tarde de Sessão da Tarde.

Este filme conta a história da fuga de um grupo de prisioneiros de guerra aliados, na Itália ocupada (governada) pelos nazistas em 1943. O elenco é estelar, contando com Frank Sinatra, Trevor Howard, Adolfo Celi entre outros.

Os italianos que administram o campo de prisioneiros, assim como todo latino, são bem mais humanos, humorados e líricos, digamos, do que os germanos. O som do idioma italiano é muito mais melodioso que o idioma alemão.

Nem sempre uma palavra ou uma frase podem dar a medida exata de um momento, e nestas horas, para enfatizar uma cena, em especial no cinema, a música é fundamental. Também se podem incluir neste espectro, os efeitos especiais. O que nos assusta nos filmes de terror é a música que cria todo clima soturno e de pavor.

Leia a sinopse em português do filme aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s