Aos que gostam de plagiar

thief.jpg

Não surrupie. Crie!
Não cole. Nem copie.
Estude.

Gostou do que está escrito? Siga a dica:
Escreva suas palavras e cite um trecho entre aspas
indicando o link para o original e prossiga.

Não critique sem fundamento.
Tenha embasamento.
Se vai usar, cite a fonte.
Indique a procedência.
Tenha consciência.

Anote suas dúvidas e pergunte.
Consulte a respeito.
Não seja mal-educado como quem
No elevador solta (complete a rima).

Tire sua mente da clausura.
E não faça do seu ato de blogar uma sinecura.
Gostou da imagem?
Cite a fonte na mensagem.

Quer plagiando aumentar o tráfego em seu blog?
Depois, quando cair na lista negra e se vir na sarjeta
Não vai adiantar pedir Ora pro nobis.
Com reza não se livra nem o Capeta.

Ao seguir estas informações,
Amigos terá aos montões,
Em vez de ficar marcado
E levar carões.

Seu blog tem fim comercial?
Que legal!
Qual consumidor ou investidor
Conseguirá entender este binômio:
Empresário e plagiador
Em um blog que faz do plágio um sinônimo?

Meus parabéns. Você já começou a mudar.
Agora, se continuar a plagiar, é certo que nas provas,
Desde o jardim de infância, só fez colar.

* Figura editada por Jorge Alberto, a partir da imagem Thief Carrying Loot © Tom Grill/Corbis

Anúncios

12 comentários sobre “Aos que gostam de plagiar

  1. Pingback: Jorge via Rec6
  2. Não sei como tem gente como você perdendo tempo com um monte de merda de plagiadores.

    TEMPO É DINHEIRO, lembre-se quem cópia ou plagea pode ser o próprio dono do site, que só quer divulgar.

    POVÃO não entendi isso!

    Curtir

  3. A tradução foi outra, peguei o texto em inglês do site e refiz, nem sequer os comentários foram iguais. Mas – se ainda assim insiste – já está lá o link para cá.

    Curtir

  4. Jorge :

    Recentemente (há exatos dois dias atrás) descobri que fui plagiada.

    Reclamei com o autor do blog, que me respondeu que havia recebido a informação via leitor que havia mencionado como fonte o site Âmbito Jurídico.

    Mentira: ou do autor do blog ou do leitor, pois no site do Âmbito havia apenas o acórdão, não o comentário que fiz (sempre o faço) explicando ao leitor do meu blog pq o cheque sem fundo era ‘obrigação’ e não ilícito penal (em decorrência da influência dos costumes jurídicos no Direito).

    Se o dono do blog tivesse ‘conferido’ a fonte, teria visto que o último comentário (parte final do texto que menciona os costumes) não constava na fonte original.

    Pior que dito blog está inscrito para ser votado para o prêmio iBest.

    Já imaginou?

    Não vejo problema algum em copiar uma postagem, DESDE QUE vc mencione a fonte, colocando um link.

    Um grupo de debates de direito trabalhista copiou um texto meu (sobre alcoolismo e direito de trabalho) na íntegra (mencionando a fonte).

    Fiquei feliz: fui lá e agradeci a menção a meu blog em forma de link.

    Pergunta: desonestidade intelectual é um mal incurável?

    :::::::::::::

    Perdoe o desabafo, meu querido!
    Mas existem coisas que nem a ‘philco’ faz para nós! 😉

    Beijão e adorei teu texto.
    🙂

    Curtir

  5. Sim, Fátima, é um sentimento estranho. Eu não queria escrever sobre, por isso pensei numa forma de rima para tornar a coisa mais lúdica e palatável. Como sou professor, a cola é uma coisa que incomoda e mais uma vez mostraram que nem colar sabem.

    O desabafo é válido, afinal demandou tempo preparar um post, nisto contando até revisões ortográficas e gramaticais; além é claro do estilo. Até isto copiam! Impressionante. 🙂

    Curtir

  6. Tudo se copia infelizmente em nosso mundo desde o tempo de platão…
    Mitos,guerras,informações…sempre surgem,sempre desparecem..

    Nada hoje é original…creio que o umnico original mesmo é deus!pois ele que criou tudo pelo menos se plagiar nada?

    Não sei o porque desse desespero da blogosfera em punir plagiadores…
    Tudo isso infelizmente é uma casua da educação do nosso pais!

    Sem exemplo não á imagem no espelho!

    Curtir

  7. Caro Jorje,

    Conforme prometi em resposta ao seu comentário no meu blog sobre o software que monitora plágios online, estou aqui.
    Li e achei o texto magnífico. Parabéns.

    Abraço fraternal

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s