Segundo maior guitarrista do mundo

Django Reinhardt

Outro dia, quer dizer, outra madrugada dessas que ficamos insones por um motivo qualquer, em vez de ler algum livro, eu resolvi assistir TV e, para minha surpresa, passou Sweet and Lowdown, que no Brasil recebeu o título Poucas e Boas, um filme do Woody Allen, que por sinal gosto muito e coloco naquele patamar, opinião de um cinéfilo amador, dos grandes diretores. O filme era uma paródia sobre um suposto segundo maior guitarrista de jazz da década de 1930. O maior, segundo as palavras de Emmet Ray, o personagem interpretado por Sean Penn, excelente no papel de canalha meio bobo alegre, era Django Reinhardt. Lógico que esta é a opinião do diretor, a qual compartilho, que foi posta nas falas de Emmet Ray.

Este guitarrista era um cara completamente alheio a paixão que Hattie, uma moça muda interpretada por Samantha Morton, uma boa atriz inglesa, lhe devotava. Ele estava mais preocupado em fazer seu nome no mundo do jazz, coisa que fazia de forma atabalhoada, mas sempre deixando claro que ele era o segundo maior guitarrista de jazz. Havia um bloqueio psicológico em relação ao guitarrista cigano de origem belga, que teve sua mão esquerda deformada quando o vagão da caravana cigana, aonde ele morava nos arredores de Paris pegou fogo, mas mesmo assim era o maior de todos.

Era uma dificuldade enorme para falar seu nome, que se referia sempre como “aquele” ou “o outro”. Certa vez, Emmet Ray se encontrou com Django e acabou desmaiando de tanta emoção e estupefação por estar diante de um semideus, claro que isto em seus pensamentos.
O filme é legal pelas sacadas do diretor, aqueles diálogos inspiradíssimos e também pela trilha sonora é claro. Não preciso dizer que tenho alguns filmes do Woody Allen em DVD, certo? De vez em quando eu assisto Era do Rádio ou Zellig.

Falei de um diretor, mas quase não falei de um excelente músico é verdade. Acredito que se você queira saber qual é a música de uma época é possível identificar logo nos primeiros acordes ou arranjo, qual o período no qual aquela música esteve inserida. Digamos que tenhamos uma visão estereotipada para cada época e seus estilos musicais., esta é a verdade. Mas isto não importa quando a música é de excelente qualidade.

Tanto Django Reinhardt, cujo nome de batismo era Jean Baptiste Reinhardt , como o violinista Stephane Grappelli fizeram parte do Quintette du Hot Club de France, tendo tocado com vários músicos norte-americanos. Assista o vídeo abaixo:

Ficha técnica do filme 

Trailler do filme 

Anúncios

3 comentários sobre “Segundo maior guitarrista do mundo

  1. Pingback: Jorge via Rec6
  2. Faz anos que vi esse filme. Aliás, só assisti no cinema. E como é bom. E, como em todos os filmes do Allen, que trilha!

    Lembro-me que saí do cinema desesperada por CDs do Django. Demorei tanto para conseguir que desisti. Agora que você trouxe essa boa lembrança, vou procurar de novo. Aposto que na super-mega-store emule.com e bittorrent.com eu consigo.

    Dessa vez Django não me escapa!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s