Carro alegórico proibido? Ele queria vir de baiana!

Eu não tenho dúvidas que aquela figura nefanda do bigodinho engraçado, que foi cabo durante a Primeira Guerra Mundial e pintor frustrado, se vivo fosse estaria doida pra sair na ala das baianas rodando a baiana com tudo que tem direito, em vez de vir sobre um carro alegórico.

Todos os meios de comunicação e vários blogs vistos por mim repetiram a mesma notícia: “Carro alegórico da Viradouro foi proibido”. Antes de qualquer coisa quero deixar claro que também não concordo com o que seria feito. Aquela já citada figura nefanda viria sobre um carro alegórico onde havia a representação de vários cadáveres de judeus mortos no que se chamou holocausto.

Sabemos a dimensão da atrocidade cometida em nome de uma suposta pureza étnica e, para espanto geral, isto continua acontecendo e sempre aconteceu na história da humanidade. Enquanto não compreendermos que o outro é apenas diferente, continuaremos a manter a mediocridade da humanidade que se apresenta sempre nestes momentos.

Proibições em relação a carros alegóricos e coisas ligadas ao Carnaval não são novidades e não seria agora que mudaria. A Igreja Católica se eriçou toda por causa de uma figura do Cristo que a Beija-Flor mostrou. Proibiram, também, genitálias desnudas devido a um destaque sair pelado no alto de um carro alegórico. Engraçado como não proíbem ou botam a boca no trombone quando coisas que são verdadeiras pornografias acontecem no plano político e econômico da Terra Brasilis.

Se pensarmos em injustiças contra esta ou aquela etnia ou grupo religioso, ou qualquer minoria, meus amigos, eu vos digo e afirmo que, as atrocidades cometidas contra os judeus durante o nazismo têm paralelos ou até mesmo números superiores ao fato. Mais uma vez eu digo que não tenho nada contra quem quer que seja. Apenas estou tentando mostrar de forma racional que a grita geral também deve ser estabelecida quando se pretende colocar debaixo do tapete os seis milhões de negros que vieram para o Brasil como escravos. Quando também se apagam da memória todas as mazelas impostas a estes mesmos escravos como, por exemplo, algo que pode parecer banal, mas não é, como a divisão de uma família ao ser arrancada de sua terra e é posta num tumbeiro para, quando não morrerem durante a viagem, serem açoitados e ter sal jogado nas feridas. A questão da escravidão era tão forte que até mesmo grandes humanistas como Bartolomé de Las Casas e Antonio Vieira afirmavam que os índios, sim, deveriam sair do cativeiro. Estes tinham direito de ter alma enquanto que o negro não tinha este direito. Era apenas um bem econômico que andava e emitia sons.

Ao mesmo tempo, ninguém proíbe carro alegórico ou fala sobre as atrocidades cometidas pelos espanhóis aos índios que encontraram aqui ao chegar. Impuseram a fome, a espada e a cruz (la hambre, la espada y la cruz – Pablo Neruda) e dizimaram civilizações inteiras pela ganância do ouro e da prata. Também não falam que os espanhóis, tementes a Deus, passavam o fio da espada na barriga das índias grávidas matando duas pessoas ao mesmo tempo. Não falam que, ao nascer, uma criança índia tinha sua cabeça posta na boca de um daqueles cães enormes que utilizaram na Conquista, para serem devoradas. Não falam que crianças eram espetadas em lanças após serem atiradas para o alto. Bastava espirrar para matar dezenas, centenas, milhares de índios.

Certamente melhoramos um pouquinho com esta proibição. Ainda temos muito o que fazer.

Technorati Tags: , , , , , ,

Anúncios

Um comentário sobre “Carro alegórico proibido? Ele queria vir de baiana!

  1. Um texto excelente Jorge, meus parabéns.
    Por tráz de tudo existe mais do que simplesmente respeito ás vitimas do holocausto, existe a necessidade em se entender que certas manifestações nenhuma relação têem com liberdade, mas com a responsabilidade que todos carregam numa sociedade, e liberdade na minha opinião só vale algo quando aliada á ética, seu comentário sobre as raízes deste caso e a situação de discriminação e história dos negros foi feliz.

    Um fraterno abraço !
    Felix

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s