Grandes Sambas-Enredo: Coletânea 3

Esta terceira coletânea de grandes sambas-enredo traz algumas escolas que conseguiram repetir durante dois ou três anos seguidos alguns sambas antológicos. Ao mesmo tempo, os dois primeiros, o Bumbum Paticumbum Prugurundm, do Império Serrano e Kizomba, a festa da raça, da Vila Isabel são considerados clássicos do Samba.

Também foi incluído o samba-enredo do primeiro campeonato da Beija-Flor de Nilópolis, que até então era uma escola pequena e trazia enredos puxa-sacos. É possível perceber que o andamento deste samba é muito diferente dos sambas seguintes desta escola que mais parecem marchinhas devido a velocidade em que são cantados.

Diria que é uma coletânea mais puxada para enredos de cunho literário, isto é, há representações de grandes escritores nacionais como nos enredos da Mangueira sobre Monteiro Lobato e o Sonho Sonhado da Vila Isabel, numa alusão a um poema de Carlos Drummond de Andrade. Também são homenageados dois grandes compositores como no enredo da Imperatriz Leopoldinense sobre Lamartine Babo e o Mundo Encantado de Pixinguinha, da Portela. Este samba, juntamente com Macunaíma, herói da nossa gente, que remete ao livro de Mario de Andrade, constituem duas das maiores garfadas que a Portela já levou em toda a história. Teria sido um bi-campeonato como há muito não se via.

Algumas estrofes ou refrões acabam passando para o inconsciente coletivo como o “pega no ganzê pega no ganzá”, do Salgueiro no enredo Festa Para Um Rei Negro. Se você prestar atenção ao canto de algumas torcidas de futebol nos campeonatos europeus, ao fundo ouvirá os gringos cantando este refrão.

A seguir a lista de sambas-enredo da terceira coletânea:

Império Serrano – Bumbum Paticumbum Prugurundum
Vila Isabel – Kizomba, a festa da raça
Império Serrano – Brasil, berços dos imigrantes
Império Serrano – Heróis da Liberdade
Vila Isabel – Sonho de um sonho
Salgueiro – Peguei um Ita no norte
Salgueiro – Festa para um rei negro (Casa de Samba)
Beija-Flor – Sonhar com rei dá leão
Mangueira – O mundo encantado de Monteiro Lobato
Mangueira – Lendas do Abaeté
Mangueira – No reino da mãe do ouro
Imperatriz Leopoldinense – O que é que a Bahia tem?
Imperatriz Leopoldinense – O teu cabelo não nega (Só da Lá Lá)
Imperatriz Leopoldinense – Liberdade, Liberdade abre as asas sobre nós
Portela – O mundo melhor de Pixinguinha
Portela – Macunaíma, herói de nossa gente

Ouça a segunda coletânea de Grandes Sambas-Enredo, no Recanto das Palavras – Galeria.

Technorati Tags: , , , , , , , , ,

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s