Para que servem os dicionários?

Quando ainda estava na graduação, lembro de uma colega de turma que me disse não gostar de usar dicionários enquanto estava lendo. Achei estranho dizer aquilo, pois como é que a gente pode saber tudo sobre as palavras ou assuntos específicos? É impossível mesmo. Teríamos que ler todos os livros e depois montar um bem organizado banco de dados, o que no fundo acabaria se tornando um dicionário. Um outro amigo, este com pendores literários, certa vez também falou algo parecido quando criticou um dos maiores compositores da MPB depois de ter lido numa entrevista que ele usava dicionários quando compunha suas músicas. Aqui pra nós, que o compositor continue usando, pois suas músicas são pra lá de boas e estão aí até hoje vendo a banda passar. Bem, este meu amigo com quem não tive mais contato desde os tempos de faculdade, pelo que sei, tornou-se advogado e esqueceu sua veia literária.

Adquiri o hábito de, sempre que estou lendo algum livro, não importa se é um ensaio, um romanção daqueles, crônicas etc; ter sempre por perto um dicionário da Língua Portuguesa e um lápis. Sim, claro como é que vamos ler se não podemos sublinhar o que nos chamou a atenção. Ou em termos acadêmicos, fichar o livro? Várias e várias vezes ao escrever fiz uso de vários dicionários. Não só da língua portuguesa, como os temáticos que tanto nos auxiliam em todos os momentos.

No mundo atual, onde cada vez mais se busca a especialização, ter um conjunto de dicionários é imprescindível. Fazer uso deles não é feio ou desabonador. Pelo contrário, é uma forma de mostrar que se sabe onde e como procurar as coisas para melhor se localizar.

Dicas:
Aqui você encontra um Caldas Aulete de grátis pra baixar.

Da mesma maneira que você pode enviar artigos para a Wikipedia, o LingoZ, também permite que você crie definições e faça consultas, traduções. Como diz no cabeçalho do site, o LingoZ está “construindo o maior dicionário do mundo”. Ao escrever este artigo havia 4.493.238 definições.

O Wikicionário é uma cria direta da Wikipedia. Você pode consultar diversas línguas.

Também há o Dicionário Informal da Língua Portuguesa, que também permite inclusões. Você econtrará gírias e significados diferentes para várias palavras. Como, por exemplo, o verbete “gostosa”, que pelo que sei só existe no Brasil e só agora os outros componentes do PALOP (Países de Língua Oficial Portuguesa) vêm adotando, muito pela influência da produção de novelas brasileiras exportadas para estes países.

Vejamos que interessante:

gostosa Mulher com um corpo delicioso. Muito agradável de se ver!
Classificação morfossintática:
– [gostosa] substantivo fem singular .
– [gostosa] adjetivo fem singular .
Sinônimos: bonita boazuda deusa gentileza garbo elegancia alegria vivacidade ânimo .
Antônimos: feia gorda bruto deselegante triste desanimado .
Palavras relacionadas: tesão linda maravilhosa boa cavala rabo tesuda futilidade academia frescura prazer galhardia bom-gosto satisfação .

 

Anúncios

Um comentário sobre “Para que servem os dicionários?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s