Grandes Sambas-Enredo: apresentação

Mestre André por Lan

Esta série é subjetiva. É escolha minha e muitas vezes envolverá algo de afinidade, além do caráter histórico. A série “Os grandes sambas-enredo de todos os tempos” é uma pretensão e tanto, pois não sou musicólogo, carnavalesco ou ligado ao mundo do samba diretamente. Sou apenas um apaixonado pelo Brasil e sua/nossa cultura. Isto é, por ser professor de história, eu sempre tento ilustrar minhas aulas com músicas, filmes ou o que mais seja interessante para os alunos. Além, é claro, de usar também conceitos de outras áreas do conhecimento. Perceberam a tal da interdisciplinaridade? Isto é uma praga de gabinete que inventaram. Todos nós, professores, fazemos isto sem que seja preciso teorizar sobre. Sendo assim, também, faço com que pesquisem na Internet dando as dicas do que quero para a próxima aula.

Eu já os fiz declamar Fernando Pessoa em uníssono em sala de aula, coisa do tipo “Ó mar salgado, quanto do teu sal são lágrimas de Portugal…”, e também não perco a oportunidade de cantar um samba com eles, lógico que ensinando a letra e a melodia. Digamos que não é um primor de canto coral, mas fica bem bacana perceber como eles se dão conta do que está na letra tem a ver com a matéria lecionada. Depois, conversamos sobre esta ou aquela passagem e a aula vai fluindo. Imaginem uma aula noturna de história do Brasil e os alunos cantando “Joaquim José/Da Silva Xavier/Morreu a 21 de abril/Pela Independência do Brasil/Foi traído/E não traiu jamais/A Inconfidência de Minas Gerais”, o grande samba-enredo do Império Serrano, campeão do carnaval de 1949. Ah, sim. Já rolou até “Guantanamera”, quando falo sobre a Revolução Cubana. Afinal, leciono não apenas História do Brasil como História Geral também.

Por este motivo e, como citado acima, outros motivos, eu decidi coletar e apresentar aqui no Recanto das Palavras. Afinal de contas, vivo da palavra não só escrita como falada.

Não haverá uma periodicidade, eu espero. Também não haverá uma ordem cronológica. Tudo dependerá do tempo e da memória.

A gravura que ilustra o artigo é a representação de Mestre André, antigo mestre da bateria nota 10 da Mocidade Independente de Padre Miguel, pelo traço inconfundível de Lan.

Ó pá! E por qual motivo não citar frases de bravura de dois lusitanos, povo que nos deu esta língua tão sonora, melódica e bela?

“O esforço é grande e o homem é pequeno (…) A alma é divina e a obra é imperfeita”

“Cantando espalharei por toda parte,/Se a tanto me ajudar o engenho e arte.”

Um doce para quem souber quem escreveu cada frase.

Veja os outros artigos da série Grandes Sambas-Enredo

Samba do Crioulo Doido | Os Sertões | Exaltação a Tiradentes |

Chica (Xica) da Silva | Grandes Sambas-Enredo Coletânea1 |

Grandes Sambas-Enredo Coletânea 2 | Grandes Samba-Enredo Coletânea 3 |

Grandes Sambas-Enredo Coletânea 4 | Quinhentos e oito anos de Carnaval |

Anúncios

4 comentários sobre “Grandes Sambas-Enredo: apresentação

  1. Pingback: Jorge via Rec6
  2. Gostei da idéia da seleção de sambas-enredo, afinal fui no passado um “assistidor” de carnavais do RJ por anos a fio. Preparava uma geladeira com sanduiches, frutas e sucos e passava a noite em claro assistindo. Depois que passou a ser 2 noites ficou muito cansativo acompanhar. Fiquei mais maduro e acho que sem paciência, afinal virou um desfile cibernético com tantos efeitos especiais e mulheres artificiais (tirando o silicone, sbora pouca coisa nelas). Aí que saudade do genial Joãozinho Trinta e sua fantástica criatividade e beleza nos desfiles. Mas o bom é que a música ficará para sempre.
    Uma boa semana ao amigo.

    Curtir

  3. Isso mesmo, Eduardo. A coisa se tornou um tanto mecânica e até fria. Eu, que desfilei na Sapucaí, hoje, estranho a rapidez dos sambas, assim como a quantidade de frases soltas que “contam” o enredo no mesmo samba.

    Te agradeço pelas palavras e em breve escreverei novo post para esta série.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s