Jornalista norte-americano fez beicinho…

Eles, os irmãos do norte, mandam e desmandam neste mundo que, para eles não é assim tão de Deus, não. É deles. Tanto que nas cédulas de dólar está escrito In God we trust. Sim, eles confiam no fato de que Deus, ou a concepção que eles façam, permita-lhes invadir uns países de vez em quando e gastar umas balas de canhões no estrangeiro, que é pra não gastarem entre si, o que parece ser um esporte bastante difundido por lá. Vira e mexe um doido mata dezenas de pessoas por motivos sabe-se lá quais foram e dá um tiro na cabeça em seguida.

Pois bem, o jornalista norte-americano Howard W. French, que vive em Xangai há quatro anos e faz uma série de reportagens para o Herald Tribune sobre as mudanças que ocorrem na China por conta das Olimpíadas de 2008, fez beicinho por causa dos chineses que o vêem na rua gritam “Iao wai” (velho estranho). Ele ficou todo magoado com isso e diz que não ficou. A coisa de não querer entender que pimenta nos olhos dos outros é refresco é tão sutil e imperceptível para ele, jornalista, que cita o fato de, caso um destes chineses passasse numa rua dos EUA e apontassem para esta pessoa e gritassem “Chinês!” em tom de deboche bem leve, certamente não gostaria também. Engraçado, eles os comedores de hot dog nem percebem o que falam, pensam e escrevem sobre as outras etnias.

Aí eu pergunto: Colocar todos que moram abaixo do Rio Grande no mesmo saco e chamar de cucarachas vale, né? E lá entre eles? Até pouco tempo ao se referirem aos negros havia (há) duas formas pejorativas, a saber: Boy (com a vogal O bem demorada), para precisar que tem o sentido de moleque de recados, ou então de nigger (crioulo). O mesmo vale para os índios, que sempre foram chamados de Chief, sempre em tom depreciativo e debochado.

Por isso que sou partidário de Gordurinha e Jackson do Pandeiro. Eu só boto be-bop no meu samba/Quando o Tio Sam tocar num tamborim/Quando ele pegar no pandeiro e no zabumba/Quando ele aprender que o samba não é rumba.

Chiclete com banana

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s