Mau uso da ciência

E não é que novamente alguém falou que há maior qualificação entre os humanos por causa da cor da pele? Sinceramente, eu – e acho que a maioria das pessoas – imaginava que este tipo de argumento havia sido jogado na lata de lixo da história. Como sabemos, a discriminação racial é uma das piores coisas que nós, ditos animais racionais, podemos fazer em relação a nós próprios. Infelizmente, a besta do James Watson, o geneticista laureado com o Nobel de Ciência, nunca veio ao Brasil. Certamente teria tomado conhecimento da maravilhosa mistura de etnias que somos capazes e, nem por isso, deixamos de ser inteligentes.

A sanha deste tipo de comentário, agora supostamente embasado em pesquisas genéticas, só serve para uma coisa: Mostrar que ainda não evoluímos de todo em termos de capacidade intelectual.

Não duvido nada que grupos neonazistas agora tenham mais um “motivo ideológico”, se é que podemos dizer que estes o tenham, para perpretar as barbaridades que costumam fazer. Imagine, então, os idiotas da Ku Klux Klan? Devem ter babado de felicidade. Hitler, lá do inferno, deve ter encomendado um exemplar de algum livro do abestalhado cientista para ver se há algum capítulo falando sobre religião e etnia, e depois, dizer: Eu estava certo!

Há alguns anos surgiu uma tese nos Estados Unidos, chamada de “A Curva do Sino”, na qual os pesquisadores (?) afirmavam que a miscigenação seria a derrocada deste país.

Como se fala besteira!

Ah, sim. O James Watson pediu desculpas. Agora já era. O estrago foi feito.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s