O que se fez de nossa cultura popular?

Outro dia desses conversando com um amigo, nos demos conta, o que não é nenhuma novidade sobre o que falarei, que a nossa cultura popular sobrevive quase que nas sombras do que hoje chamamos de mundo globalizado. Há vários e vários exemplos de como nos esquecemos ou até mesmo desvirtuamos o que aprendemos com nossos pais e avós, aquela tradição oral das brincadeiras de roda e histórias contadas pelos mais velhos, devido a massificação da cultura (entre aspas, por favor) através da imposição de uma cultura predominante por meios econômicos. Sim, eu estou falando da imensa penetração de modos, fatos, jeitos, atitudes e sei lá mais o quê vindos do hemisfério norte e que hoje estão em nosso cotidiano.

Vejamos alguns exemplos:

1 – Antigamente, quando alguma coisa dava certo, a gente dizia: Éééééé!!! (com uma forte carga de vibração do tipo – marquei um gol placa) e o que vemos hoje? Todos estão dizendo… Yes!

2 – Quando alguém queria mandar um interlocutor se f*.*der tinha nos dedos – veja bem, nos dedos – a forma como fazer isto. Bastava unir as pontas do polegar e do indicador formando um círculo e apontar os três dedos restantes para baixo. E o que vemos hoje? Alguém sugere a mesma coisa usando dedo médio. Influência vinda diretamente do cinema. Uma lástima mesmo!

3 – Em festas juninas, por sinal as que mais aprecio, só tocavam músicas específicas para o evento. Desisti de participar dessas festas depois que começaram a tocar – pasme! – Bilie Jean do Michael Jackson e outras coisas do gênero. Se bobear, até proibidão toca em festa junina.

4 – Há uns vinte anos, em uma cidade de Minas Gerais (se não me engano foi em Ouro Preto), vi uma manifestação magnífica da cultura popular, uma Folia de Reis. Um grupo de populares desfilando na rua vestindo a indumentária da apresentação e cantando as músicas típicas deste evento. Muito bonito mesmo. Porém, o que ouço vindo de um grupo de pessoas: “que coisa mais boba”.

5 – Preciso comentar a idiotice de se comemorar Halloween? Cadê o Saci Pererê?

6 – Antigamente a gente dizia que a turma estava conversando na esquina. E sei lá se é corruptela ou burrice mesmo, hoje se fala rapêize. Isto para não falar na tal de Cráudi (crowd), que os surfistas adoram usar. Me utilizo de uma frase colhida por Millôr Fernandes para informar que os surfistas foram geniais ao criar uma frase sem que houvesse palavras com consoantes: “Ó o auê aí, ô”. E não duvido que completem com: “Aí, brô. Tinha a maió cráudi na arêa”. Dá vontade de chorar.

7 – Ninguém fica mais numa boa ou fica bem. Todos ficam numa nice (náice). Como até o fim do século XIX éramos francófilos, quem sabe também não poderíamos ficar em Nice?

8 – Apelido virou nickname.

9 – E também sofremos por tabela por causa da língua grega, uma das formadoras da nossa com seus radicais, prefixos e sufixos também sofre um desvirtuamento. A deusa Atena, numa de suas representações era conhecida como Atena Nike, ou seja, Atena vitoriosa. Mas vá explicar para um jovem que Atena Nike não é uma nova marca de tênis Náike(nike), cujo fundador ao criar aquela risco curvado, se inspirou justamente na deusa grega. Dá nó nas cabeças menos letradas.

10 – E o mais pavoroso de tudo: Há alguns anos, um grupo de educadores pediu a seus alunos que desenhassem figuras de índios brasileiros. Só desenharam comanches, sioux, moicanos… ou seja, índio de filme de bangue-bangue.

Triste cultura que deixa de lado a transmissão oral e a leitura de lado. E dá cada vez mais espaço para a transmissão visual de uma cultura que solapa, esmaga e apaga a nossa cultura popular.

Aqui você vê um vídeo feito em homenagem ao Saci criado por Ziraldo.

Anúncios

2 comentários sobre “O que se fez de nossa cultura popular?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s